Sindicatos que fizeram “protesto” sobre data-base são do PT. E eles mandaram 11 carros de som

O sindicatos que mobilizaram a “manifestação” da manhã desta terça-feira, no pátio de entrada do Palácio Pedro Ludovico, contra o parcelamento da data-base, são todos ligados ao PT.

Eles providenciaram 11 carros de som para o suposto “protesto”, que reuniu mais ou menos 200 pessoas – o funcionalismo público estadual, entre ativos e inativos, conta com 160 mil integrantes.

O protesto é liderado pelo deputado Mauro Rubem (PT), o mesmo que jamais pôs os pés nas manifestações dos estudantes contra o aumento abusivo da tarifa e a baixa qualidade do transporte coletivo na Grande Goiânia – assunto que é da esfera de competência da Prefeitura de Goiânia, administrada por Paulo Garcia (PT).

 

LEIA MAIS:

Fiasco: manifestação de 200 “servidores” sobre data-base é manipulada por Mauro Rubem e Major Araújo

Dos 160 mil servidores estaduais (ativos e inativos), apenas 200 vão a manifestação na Praça Cívica