Mais um equívoco de Iris Rezende: rede social não é coisa de desocupados

Nas eleições de 2010, o peemedebista Iris Rezende disse que o Twitter – e, por extensão, as redes sociais – era coisa de desocupado, de gente que, por falta do que fazer, passava o dia inteiro na internet.

Nem precisa dizer que declaração de Iris foi um equívoco monumental. De acordo com empresas de monitoramento de mídias sociais, as passeatas desta semana no Brasil atingiriam 79 milhões de “desocupados” no Twitter e no Facebook.

Diante da explosão das redes sociais, cujo barulho fez tremer as estruturas de poder no Brasil, é bom as velhas raposas políticas, como Iris Rezende, colocarem o couro de molho.

Quem não se adequar aos novos tempos, será varrido do mapa na política brasileira.