Marconi fala sobre protestos e pede ato pacífico. Paulo Garcia se omite mais uma vez

O governador Marconi Perillo (PSDB) falou nesta quinta-feira, em entrevista a O Popular, sobre as manifestações de rua por todo o país e sobre o ato previsto para a tarde de hoje no Centro de Goiânia.

“Faço um apelo para que o ato seja pacífico”, afirmou Marconi, dizendo que a polícia estará no local para garantir a ordem e a segurança pública.

O governador concorda com a tese de que os protestos externam uma insatisfação ampla da sociedade com a instituições não só políticas, segundo ele, mas de outra natureza também.

O prefeito Paulo Garcia (PT), que nunca falou sobre o assunto, permanece calado. Sobre a crise do transporte coletivo, ele chegou a se pronunciar, mas para defender o aumento da tarifa para R$ 3 reais e para dizer que Goiânia tem um dos melhores transportes coletivos de todo o Brasil.