Biografia de José Dirceu, o chefe da quadrilha do mensalão, já esgotou a segunda edição. Vem aí a terceira

Veja nota de Lauro Jardim, no Radar online do portal da revista Veja:

O sucesso de “Dirceu” deve ser duplamente comemorado

‘‘Dirceu continua bombando. A segunda edição da biografia escrita por Otávio Cabral esgotou no fim de semana passado. Em dez dias, já são 30 000 exemplares vendidos. A Record já mandou rodar a terceira edição, mais 15 000 livros.

Além da qualidade da obra, há um mérito imensurável na publicação deste livro: Dirceu é uma rara, raríssima, biografia não autorizada de um personagem brasileiro.

Por causa da lei que dá o direito aos parentes e aos personagens retratados de mandar recolher um livro, os temerosos editores praticamente desistiram de publicar biografias, exceto aquelas autorizadas pelos retratados.

Assim, o sucesso de Dirceu deve ser duplamente comemorado pelos leitores.