Derrocada da indústria de Goiás atesta fiasco da gestão de Wilder e Caiado

A derrocada da indústria de Goiás nos últimos seis meses, exposta pelos números que acabam de ser divulgados pelo IBGE, atesta o fiasco da gestão do senador derrotado Wilder Morais à frente da Secretaria do Desenvolvimento Econômico de Ronaldo Caiado (DEM).

A última série com ajuste sazonal feita pelo IBGE mostra que Goiás está na lanterna do crescimento industrial. O setor apresentou variação negativa de 2,5 pontos porcentuais em Goiás, ou seja, recessão brava. O Paraná, o estado que mais avançou, cresceu 10% no período.

Wilder pode até ter ficado milionário construindo prédios para supermercados, mas está provado que sua suposta expertise como empreendedor não é capaz de fazer uma economia complexa como a de Goiás andar para frente. Só para trás, como se vê com os números do IBGE.