URGENTE Regime de Recuperação Fiscal: Wilder tromba de frente com Caiado e Cristiane Schmidt

Em declarações ao Jornal Opção nesta terça-feira (23), o secretário de Indústria e Comércio, Wilder Morais, demonstrou-se reticente diante da adesão do estado ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF), defendida com unhas e dentes pelo governador Ronaldo Caiado e a secretária de Economia, Cristiane Schmidt.

Para o secretário, é nítido e de conhecimento público a “realidade fiscal” do estado. Diante da situação de “calamidade financeira” pregada por Caiado, Morais diz acreditar que o governo deve “tomar providências de todos os lados”, mas isso não quer dizer que haja adesão ao RRF.

Perguntado se RRF pode implicar no corte dos incentivos fiscais concedidos aos empresários, Wilder argumentou: “Goiás só perde para a Zona Franca de Manaus. É o mais agressivo de todos os Estados. Mesmo que isso aconteça (ingresso ao RRF), ainda estaremos seguros”, garante.

Wilder disse que “os empresários goianos têm uma parceria com a Secretaria de Indústria e Comércio. A secretaria é a casa deles. Não vamos tomar nenhuma decisão sem conversar com os empresários; sem chegar a um consenso”.
Será?