Célia Valadão, engavetadora-chefe da Câmara, sofre pressão para investigar colega

Vereador Paulo Borges: com a corda no pescoço
Vereador Paulo Borges: com a corda no pescoço

A líder da bancada do prefeito na Câmara, Célia Valadão (PMDB), vive dias difíceis como presidente do Conselho de Ética da Casa. Célia já fez de tudo para procrastinar o processo contra o vereador Paulo Borges (PMDB), acusado de negociar propina em troca da liberação de licenças ambientais pela prefeitura. Mas a paciência da oposição se esgotou com o lero-lero. Exige que Célia, proclamada engavetadora-chefe do Legislativo, investigue de imediato o colega. Ou deixe o cargo.