Em Senador Canedo, pela 1ª vez um protesto tem alvo específico: o prefeito Misael

O movimento de rua no Brasil vem se caracterizando pela multiplicidade de bandeiras. Protesta-se contra a corrupção, os partidos, a Copa do Mundo, a impunidade, a PEC 37, a má qualidade dos serviços públicos e por aí vai.

Mas em Senador Canedo a realidade é diferente: os únicos alvos são o prefeito Misael Oliveira (PDT) e o seu padrinho, Vanderlan Cardoso (PSB).

A informação é do jornal O Popular, em reportagem publicada nesta terça-feira.

A mais recente manifestação contra Misael e Vanderlan ocorreu na segunda. “Com direito a trio elétrico improvisado e microfone aberto, cerca de 300 manifestantes foram às ruas protestar contra o prefeito Misael Oliveira. A marcha teve início às 17 horas no terminal de ônibus da cidade e foi encerrada na Câmara de Vereadores. Após a manifestação, houve conflito entre moradores e Polícia Militar. Uma viatura foi quebrada”, informa a matéria.

De acordo com o jornal, a principal crítica dos moradores era pela falta de investimentos da prefeitura. Cantaram até música sertaneja composta para criticar o prefeito.

Acorda, Misael.