MPF aciona Aécio Neves por propaganda eleitoral antecipada. Em Goiás, Vanderlan, Caiado, Friboi e cia não são acionados

O MPF acionou o senador Aécio Neves por propaganda eleitoral antecipada. Em Goiás, Vanderlan Cardoso, Ronaldo Caiado e Júnior Friboi fazem reuniões no interior e na capital, fazendo atos de campanha eleitoral, mas o Ministério Público se omite.

Veja matéria da Agência Brasil:

 

Ministério Público aciona Aécio Neves por propaganda eleitoral antecipada

Agência Brasil 25 de junho de 2013 (terça-feira)

Pedro Franca/ Agência Senado

O Ministério Público entrou com representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG) por propaganda eleitoral antecipada ao cargo de presidente da República. Segundo a vice-procuradora-geral eleitoral, Sandra Cureau, os fatos ocorreram durante o Programa do Ratinho exibido pelo SBT em 23 de maio.

Segundo Cureau, o programa fez referências explícitas à candidatura de Aécio e exaltou as características pessoais dele, desequilibrando a disputa entre os candidatos. A procuradora pede a aplicação de multa a Aécio, ao apresentador Carlos Massa e ao SBT no valor máximo de R$ 25 mil.

A vice-procuradora-geral eleitoral relata que a longa entrevista exclusiva com o pré-candidato antecipou o debate eleitoral que só deve ser iniciado em julho do ano que vem.