10 anos depois, queda de Dilma na pesquisa Datafolha comprova o fim inglório do lulopetismo

Já estava no ar: as manifestações de rua vinham sinalizando o fim do lulopetismo no Brasil.

Lulopetismo: liderança carismática do ex-presidente Lula somada a uma máquina partidária financiada pelo dinheiro público, agindo desenfreadamente para conservar o poder em suas mãos.

Além disso, gestão voltada para os programas sociais e para a universalização do consumo, sem se preocupar com a infraestrutura produtiva do país.

Deu no que deu.

O PT achava-se eterno e debochava dos adversários. O marqueteiro João Santana riu de uma pergunta da Folha de S. Paulo, três meses atrás, quando perguntado sobre a possibilidade de derrota de Dilma na tentativa de reeleição do ano que vem. Naquele momento, sem os protestos de rua, só a inflação ameaçava a presidente.

Agora, é o Brasil que ri do desespero de Dilma, às tontas, sem saber o que fazer. João Santana desapareceu. Lula também sumiu, foi para a África enfiar dinheiro do povo brasileiro em ditaduras sanguinárias.

Dessa vez, é sério. Um modo de enxergar o mundo foi varrido pelas manifestações do povo brasileiro. O lulopetismo já era.

 

LEIA MAIS:

Complicou: aprovação de Dilma despenca para 30%, com uma queda de 27 pontos em três semanas

Gente, cadê o Lula? Ricardo Setti faz as contas e descobre que petista está sumido há 22 dias

Rosenwal Ferreira, no Diário da Manhã: País está em chamas e a culpa é do lulopetismo

Editorial do Estadão alerta para a ameaça lulopetista de controle da imprensa

Noblat: Dilma não é mais a favorita para a eleição de presidente em 2014

Gerson Camarotti, da GloboNews: Planalto identifica forte erosão na popularidade de Dilma com protestos

E a economia continua capenga. Nova revisão para o pibinho em 2013: previsão cai pela 6ª vez e agora fica em apenas 2,46%

Noticiário da imprensa nacional revela tom pessimista sobre situação da economia do País

Depois das vaias, mais notícias ruins para dona Dilma: mercado espera pibinho menor ainda e inflação mais alta em 2013

Economia sob comando de Dilma vira fiasco. Até o PT entra em desespero com a gerentona