Crise existencial: Simeyzon assina, desassina e volta a assinar pedido de CPIs

Depois de retirar a assinatura do requerimento que pede instalação da CPI das Rodovias, o deputado Simeyzon Silveira (PSC) não aguentou a pressão de Ronaldo Caiado, Jorcelino Braga e Vanderlan Cardoso. Recuou de novo e recolocou o apoio à comissão. Com isso, o parlamentar do PSC conseguiu desagradar todo mundo e saiu ainda mais desmoralizado do processo.

Em discurso na tribuna da Assembleia, Simeyzon disse que há muitos equívocos no pedido da CPI, mas, para espanto de todos, ele voltaria a assinar o pedido para criação da CPI. A confusão foi tão grande que alguns deputados não entenderam a decisão anunciada por Simeyzon e pediram esclarecimentos. O caso ganhou ares de novela mexicana – uma enrolação só.

Nesta quinta-feira de manhã, Caiado comparou Simeyzon a “bandido”, em diversas postagens pelo Twitter. “Falta caráter. Não tem como confiar mais. Não sabemos quem é bandido e quem é sério. Como conviver com um ambiente deste? Não tem como. Não pode retirar assinatura (dos pedidos de CPI da oposição na Assembleia) sem comunicar ninguém. Pior, garantir que não tinha feito isto”, disse o democrata.