MP diz que licitação milionária da prefeitura para locação de veículos está cheia de buracos

O Ministério Público identificou irregularidades no edital de licitação da prefeitura de Goiânia para locação de veículos, máquinas, serviços de rastreamento e serviços de comunicação.

Por esse motivo, o promotor Fernando Krebs enviou recomendação ao prefeito Paulo Garcia (PT) e ao secretário de Administração, Valdi Camarcio, para que suspenda a licitação, que prevê gastos de R$350 milhões por ano. Esse valor representa 41% de todas as despesas previstas pela administração direta.

De acordo com o Ministério Público, o edital não explica como se chegou ao número de equipamentos e a prefeitura não justifica porquê o aluguel ser mais vantajoso que a compra.

A prefeitura tem dez dias para dizer se aceita a recomendação.

Um palpite do Goiás24Horas: Paulo Garcia vai ignorar o ofício do MP da mesma forma que ignorou todos os outros que já chegaram à sua mesa.

Paulo não ouve ninguém. Administra Goiânia encastelado no Paço e certo de que faz a melhor gestão da história da Capital.

Não faz. Muito pelo contrário.