Falta de prestígio do PT e PMDB: só 10% das obras do PAC em Goiás foram concluídos

Do total de 1.357 empreendimentos da se­gun­da etapa do Pro­gra­ma de Aceleração do Crescimento (PAC 2) a serem realizados em Goiás, apenas 154 foram concluídos, ou seja, pouco mais de 10% do total.

De 2011 a 2014 está prevista a destinação de R$ 35 bilhões para o Estado, sendo R$ 3,1 bilhões direcionados à infraestrutura de transportes, R$ 1,9 bilhão em distribuição de energia, R$ 971 milhões para o Programa Cidade Melhor — infraestrutura urbana —, R$ 6,4 bilhões para o Minha Casa, Minha Vida e R$ 510 milhões na ampliação da rede de água tratada e captação esgoto.

Essa constatação é do repórter Frederico Vitor, na última edição do Jornal Opção. Mostra, sem dúvidas, que o PT e o PMDB, partidos que compõem a base da presidente Dilma Rousseff, não têm prestígio para atrair investimentos ou mesmo para garantir a realização do que já foi anunciado pelo Governo Federal para Goiás.

Frederico Vitor cita como grande exemplo da desatenção de Brasília com Goiás a situação do aeroporto de Goiânia, que, segundo ele, é pior que uma rodoviária. O repórter menciona também a Ferrovia Norte-Sul, que empacou de vez na gestão de Dilma.