Se d.Iris foi a Búzios para evento oficial, porque a Câmara não pagou a passagem?

Está cada dia mais difícil de entender: o blog Goiás 24 Horas publicou, na semana passada, que d.Iris usou dinheiro da Câmara (R$1.645,95) para pagar diárias em um resort luxuoso e romântico em Búzios, no Rio de Janeiro, no primeiro mês de 2011. Em nota, d.Iris disse que hospedou-se no resort para participar de evento oficial. Mas se a deputada viajou a trabalho, o Congresso não deveria ter pago as suas passagens aéreas (já que pagou o resort)?

Deveria, mas não pagou. Na prestação de contas da parlamentar com verba indenizatória relativa a janeiro de 2011, consta gasto de R$ 5.100,00 com taxi aéreo para fazer o trajeto Goiânia-Brasília-Porangatu-Goiânia. Nada consta sobre a tal viagem oficial a Búzios.

Então explica, d.Iris: foi ou não foi viagem oficial?