UEG: na base da ilegalidade, gatos pingados mantêm greve e prometem ocupar reitoria

Os cinquenta gatos pingados que organizam a greve de araque na Universidade Estadual de Goiás (UEG) avisam que vão ocupar e interditar a reitoria nesta quinta-feira (11), a partir das 7 da manhã.

A greve, por decisão do Tribunal de Justiça de Goiás, é ilegal. Insistir na paralisação é contra a lei e, se mantida a partir de 48 horas depois da decisão, acarreta multa de R$ 10 mil por dia. O prazo final para encerrar a greve é amanhã.