Cristiane Schmidt esvazia Wilder na questão dos incentivos e abre crise no governo

O conflito entre a Secretaria de Economia e a Secretaria de Indústria e Comércio na questão do incentivos fiscais, que agora ficarão sob o total controle da pasta de Cristiane Schmidt, abriu nova crise no governo Caiado.

Wilder Morais levou para sua equipe na Indústria e Comércio parte da equipe da antiga SEFAZ no governo anterior. O objetivo do ex-senador era controlar a concessão dos benefícios fiscais e se capitalizar para futuros voos políticos.

Mas o tapete de Wilder foi puxado sem cerimônia por Schmidt, que concentrou integralmente a gestão dos incentivos do novo programa  de benefícios , o ProGoiás, na Secretaria da Economia.

Sem poder algum, o ex-senador é agora no governo Caiado alguma coisa como a rainha Inglaterra: tem cargo e pompa, mas não manda patavina alguma.