Anápolis: vereador diz que promessa de Caiado de liberar 800 mil m² de área para indústrias não saiu do papel

Segundo o vereador Alfredo Landim (PT), as dificuldades para Anápolis parecem ser um pouco maiores atualmente. Em discurso na tribuna, na sessão desta terça-feira (22.out), ele citou como exemplo a questão da industrialização, emperrada pela falta de terrenos.

Landim lembrou que na abertura da 1ª Expo Anápolis, em agosto, o governador Ronaldo Caiado (DEM) prometeu liberar 800 mil metros quadrados da Plataforma Logística Multimodal para expansão do Daia, mas depois disso, nada mais foi dito pelo Estado.

“Ficou só na palavra”, resumiu Landim. Segundo ele, esse descaso pode ser ampliado para outras áreas, como o saneamento básico, alvo de uma crise hídrica que afeta indústrias e a população, e também problemas com energia elétrica.

“Do jeito que está nossa cidade continua no marasmo, as empresas não aparecem”, completou.