Humberto Teófilo, que teve o pai condenado a prisão por corrupção, diz que corruptos são excrescência

O deputado estadual Humberto Teófilo, cujo pai, ex-vereador Amarildo Pereira, foi preso por corrupção no começo dos anos 2000, disse nesta quinta-feira, com outras palavras, que corruptos são a excrescência da sociedade. Ele comemorou a operação policial que realizou prisões e executou mandados de busca e apreensão em empresas de vistoria veicular que prestaram serviço para o governo passado.