Polêmica: empresário quer transformar Vila clube-empresa e provoca reação

O empresário Lélio Júnior é candidato à presidência do Conselho Deliberativo do Vila Nova numa eleição que está esquentando os bastidores do clube goianiense. Uma das propostas mais polêmicas de Lélio é a de transformar o Vila no chamado clube-empresa, abrindo o clube para investimentos externos.

A proposta de Lélio causou reações internas. O grupo do também empresário Décio Caetano, outro candidato à presidência do Conselho (sendo o vice, o administrado Daniel de Paula) alega que Lélio quer fazer do Vila uma S/A, onde cada conselheiro teria um ação, o que, dizem os contrários, gerando uma competitividade que deflagaria uma crise na política interna do clube.

Lélio tem apoio de figuras com inúmeros desgastes dentro do Vila Nova, como Geso de Oliveira, Wilson Balzachi e Guto Veronez.