Em artigo, Andressa denuncia que Wilder usou PM para retirar o filho da porta de casa

No artigo que o G24H publicou, a empresária Andressa Mendonça relata o episódio em que foi até a casa do ex-marido Wilder Morais em busca de carinho e apoio para o filho, que também estava dentro do carro. Wilder não recebeu os dois, o que gerou revolta em Andressa.

A empresária denuncia que o ex-marido usou a influência que tem no governo para acionar policiais militares e intimidá-la. Ela diz que foi enxotada da porta da casa do secretário de Estado e pai de seu filho.

Veja abaixo:

“Busquei e não encontrei. Pior ainda: busquei e insisti, com o ímpeto que só uma mãe em defesa dos filhos pode ter. Como resultado: fui ameaçada, humilhada e impedida de levar meu filho à presença do pai que, diante do que classificou uma tentativa minha de “trazer problemas para a minha vida” usou do poder político que goza no presente no Estado de Goiás para acionar o comandante da Polícia Militar.

Meu filho e eu fomos retirados da porta da casa do pai pela força policial. O uso estatal da força serviu para que um pai enxotasse seu filho e uma mãe. “Não me venha trazer problemas”, repetia”.