Homem que tomou livro de manifestante (por trás) é “jornalista” de araque em Catalão

Leonardo e Leandro, irmãos gêmeos, que possuem um “jornal” em Catalão, chamado Agenda Ferroviária, comandaram a agressão ao manifestante que levantou o livro Ouro Negro, enquanto o ex-prefeito Adib Elias discursava no encontro regional do PMDB, no sábado último.

Quem quiser conferir é só ver o vídeo. Um homem, com uma máquina fotográfica, aproxima-se por trás e arranca o livro das mãos do manifestante: é Leonardo Ciríaco. Pouco depois, ele pode ser visto falando com expressão dura com o rapaz, provavelmente xingatório.

No início, Leonardo, está no palco, ao lado de Adib, que perde o rumo no seu discurso ao ver o livro. Leonardo desce, dá a volta e, por trás – vale repetir –, toma o livro do manifestante.

Na sequência, afasta-se, entrega o livro a uma moça, e dirige-se novamente ao rapaz, apontando o dedo. Dá pra ver nitidamente que o “jornalista” abaixa-se e direciona o punho contra o manifestante, na altura do abdômen, por duas vezes.

Adib, enquanto isso, continua tentando discursar, nitidamente desorientado, falando frases e palavras desconexas.

Enquanto o manifestante é retirado à força, com Adib sem dizer nada, embasbacado, por um bom tempo, Leonardo mais uma vez entra em cena, agora correndo para a saída do auditório e se colocando no caminho da turma que conduzia o”intruso” para fora.

Não há imagens do que acontece a seguir: a câmera do cinegrafista é arrancada de suas mãos e para de documentar o incidente.