Paulo Garcia compra briga com a imprensa. Oloares reage: “vão caçar o que fazer”

O jornalista e apresentador do programa Balanço Geral (Record), Oloares Ferreira, reagiu às críticas do prefeito Paulo Garcia (PT) a respeito do comportamento da imprensa sobre os buracos nas ruas de Goiânia. Oloares desafiou o prefeito e sua assessoria de imprensa, chefiada por Sirlene Mendonça, a provar que ele tem qualquer ligação com partidos políticos. O jornalista disse que paga R$ 100 mil a quem o desmascarar sobre a sua suposta conexão política.

No último sábado, durante o lançamento do asfaltamento de trecho entre a GO-010 e o setor Irisville, o petista subiu o tom e comprou briga com a imprensa. Em clima de palanque eleitoral e estimulado pelos aplausos de servidores comissionados e vereadores da base, como o presidente da Câmara de Goiânia, vereador Clécio Alves, Paulo acusou a imprensa de só mostrar os buracos de Goiânia, evitando mostrar a mesma situação nas rodovias estaduais. Ele insinuou que os jornalistas estariam vendidos ao governo do Estado.

De forma indireta, Paulo fez referência ao programa Balanço Geral, da TV Record, apresentado por Oloares Ferreira. “Deveria se chamar tapa buracos”, ironizou o petista em sua fala.

Nesta segunda-feira, o apresentador topou a briga e respondeu a Paulo Garcia e fazendo o desafio. Oloares disse no ar, durante o programa, num recado à assessoria do prefeito e ao próprio prefeito: “Vão caçar o que fazer!”.

O apresentador disse ainda que a Prefeitura e o prefeito deveriam se preocupar com o povo e não com ele. “Preocupem com o povo e não comigo”, disse, se referindo ao que chamou de “desocupados” da Prefeitura.