José Vitti pode substituir Wilder Morais e ser o fato novo do governo de Caiado

 Ex-presidente da Assembleia Legislativa, José Vitti deve embarcar em breve no governo de Ronaldo Caiado (DEM). A confirmação foi feita pelo próprio Vitti em conversa com o Blog Poder em Jogo, assinado pela jornalista Taianá Borela, nesta quarta-feira (6). Por telefone, Vitti contou que governador o convidou recentemente ao afirmar que tem interesse que ele faça parte da equipe.
Caiado sondou o ex-deputado no inicio de sua gestão, mas Vitti alegou que precisava de um tempo afastado de política, depois de dois mandatos no Legislativo. Ele foi presidente da Assembleia durante os dois últimos anos do governo de Marconi Perillo (PSDB) e participou ativamente da transição.
Na última conversa com Caiado, Vitti aceitou o convite do governador. Segundo o ex-deputado, a relação com o atual governador é “fraternal e de longa data”. “Minha relação com Caiado sempre foi muito boa, já fui filiado ao DEM, vários prefeitos que me apoiaram na Assembleia eram do Democratas”, contou. Vitti se desfiliou do PSDB após o fim de seu mandato e atualmente não faz parte de nenhum partido.
Próximo do atual presidente da Assembleia, Lissauer Vieira (PSB), Vitti diz que ele é um dos responsáveis na sua decisão em retomar a agenda política. “Somos amigos, representamos a mesma região, e ele tem sido um dos que defendem a minha volta para a política.”
Nos bastidores do governo, a conversa é de que Vitti poderia assumiu a Secretaria de Indústria e Comércio (SIC) no lugar de Wilder Morais (PSC), que deve sair da pasta no próximo mês para ser candidato à Prefeitura de Goiânia.
Ou até mesmo comandar a Secretaria de Governo, pasta importante na articulação política, que hoje é ocupado por Ernesto Roller. Mas como presidente do Sindicato das Indústrias de cal, calcários e derivados e diretor na Federação das Indústrias de Goiás (FIEG), Vitti tem grande influência no empresariado goiano e seria peça chave para Caiado no diálogo com o setor.