Ministério Público poderá investigar repasse de R$ 700 mil da prefeitura de Piracanjuba para associação

A pré-candidata a prefeita de Piracanjuba Ellen de Lima disse em entrevista na rádio Orquídea que a Ong Paixão Pela Vida, que ela comanda, está recebendo R$ 700 mil reais da prefeitura de Piracanjuba. A denuncia foi feita ao blog por uma pessoa de Luziânia/GO que questionou o deputado Diego Sorgatto sobre a emenda enviada para Piracanjuba em vez de sua cidade natal.
O fato ganhou repercussão por causa dos trabalhos positivos realizados pela casa de apóio no município, mas que não anulam o ponto G da questão: por que a prefeitura está repassando todo o recurso para uma casa de apóio em plena pandemia do Covid-19? Será que nenhum hospital ou pronto socorro de Piracanjuba poderia ultilizar este dinheiro no atendimento da população?
No último sábado entramos em contato com a pré-candidata a prefeita Ellen de Lima, quem nós atendeu foi o marido dela, Elias, que ficou de responder em nota as seguintes perguntas: por que o recurso público destinado a saúde de Piracanjuba está sendo usado em ano eleitoral por uma associação da pré-candidata a prefeita? Por que Ellen de Lima gravou vários vídeos nas redes sociais em ritmo de campanha eleitoral com dinheiro público? Ela não tem receio de ter sua candidatura impugnada?
A prefeitura de Piracanjuba não se manifestou sobre o assunto. Ellen de Lima também não respondeu as perguntas. O Ministério Público poderá investigar o caso.