É grave a crise da Prefeitura de Goiânia. Paulo Garcia admite déficit de R$ 135 milhões nas contas

Ao prestar contas na Câmara Municipal nesta quinta-feira, o prefeito Paulo Garcia (PT) revelou que a Prefeitura de Goiânia está torrando mais dinheiro do que arrecada. No primeiro quadrimestre, o déficit chegou a R$ 135 milhões.

Pior de tudo é que Paulo Garcia está atrasando pagamento com fornecedores, deixando a Saúde acabar na Capital, paralisou as obras de asfaltamento, não realiza recapeamento, oferece um serviço de limpeza pública de péssima qualidade nem gasta o que a Constituição manda com Educação (25%).

De acordo com os dados, nos quatro primeiros meses deste ano, Goiânia teve uma receita de R$ 1,050 bilhão. No mesmo período, o gasto foi de R$ 1,186 bilhão. A diferença foi de quase R$ 136 milhões negativos.

Segundo o site da rádio 730, “o prefeito Paulo Garcia não escondeu que a situação é preocupante, mas pela experiência considerada normal.

“Isso normalmente acontece no primeiro quadrimestre. As contas só são consideradas consolidadas após os três quadrimestres anuais. É preocupante, mas essa é uma preocupação de todos os municípios brasileiros,” analisou.

Afinal, para onde está indo o dinheirama arrecadado pela Prefeitura?