Prevaleceu o bom senso: governo cancela viagem de servidores para curso na França

O secretário de Gestão e Planejamento anunciou na tarde desta quinta-feira o que toda a sociedade goiana queria: o cancelamento da viagem de 15 servidores do Estado para um curso de gestão na França.

Esse périplo europeu custaria mais de R$ 500 mil aos cofres estaduais para um curso que, sejamos sinceros, poderia ser muito bem feito aqui no Brasil – até mesmo em Goiás.

A viagem causou revolta na população e ganhou destaque na mídia. A imprensa pressionou e cobrou explicações de Vecci.

Seria um baita contra senso o governo bancar esta viagem no momento em que a sociedade clama por mais responsabilidade com os gastos públicos e o papa Francisco prega exemplos de humildade e o fim da extravagância.

O governo e Vecci acertaram em cancelar a viagem.