É isso mesmo, Paulo Garcia? Você viu o líder comunitário levar uma gravata e não fez nada para impedir

O líder comunitário Davi protestava em alto e bom som na galeria da Câmara contra a lerdeza administrativa da Prefeitura de Goiânia. Enquanto isso, Paulo Garcia dava suas respostas enroladoras aos vereadores.

De repente, guardas municipais e policiais a serviço do prefeito imobilizaram Davi de forma truculenta como se ele fosse um bandido. Deram até gravata na garganta do líder comunitário.

E Paulo Garcia?

O prefeito, lá do plenário, assistiu a tudo, mas decidiu não fazer nada. Nem mesmo pediu calma. Deixou o pau comer.

Lamentável.