Repórter do DM diz que juiz responsável pela decisão contra Mauro Rubem é um “caso de polícia”

O repórter do Diário da Manhã, Hélmiton Prateado, escreveu em seu Twitter que o juiz que mandou Mauro Rubem tirar os posts ofensivos à honra do governador é “um caso para o CNU”.

Prateado disse que também que “esse rapazinho é um caso de polícia”, referindo-se ao juiz Ricardo Teixeira Lemos, da 7ª Vara Cível.

Interessante é que a sigla CNU não existe na esfera judicial… Pelo menos, procuramos e não encontramos nada similar.

Talvez, o Prateado queria ter escrito CNJ, o Conselho Nacional de Justiça.

No site do CNJ, o órgão se define assim: O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) é uma instituição pública que visa aperfeiçoar o trabalho do sistema judiciário brasileiro, principalmente no que diz respeito ao controle e à transparência administrativa e processual.

Veja os tweets:

Hélmiton Prateado ‏@hprateado 7 ago

Ricardo Teixeira, juiz que censurou Mauro Ruben… Esse rapazinho é um caso de polícia…

Hélmiton Prateado ‏@hprateado 7 ago

@RogerioPBorges @fpulcineli @brunorlima Esse juiz é um caso para o CNU urgentemente! Se fosse comigo a resposta seria diferente!