Senhora de 111 anos ganhará escritura de sua casa pelo Programa Casa Legal, da Agehab

Dona Geolina de Godoi Faria, de 111 anos, moradora da região Noroeste da Capital será uma das beneficiadas neste sábado do programa Casa Legal, da Agehab. O governo estadual por meio da secretaria promove na maior região de Goiânia um arrastão de legalização de escriturar de mais de 15 mil famílias.

Veja matéria da Agehab contando a história da Dona Geolina

Mulher de 111 anos beneficiada com Casa Legal

Se você analisar somente pela data em que ela nasceu, 8 de junho de 1902, poderia pensar em uma velhinha com muitas dificuldades de locomoção e a prateleira lotada de remédios. Pois dona Geolina de Godoi Faria, aos 111 anos, passa longe dessa idealização. Ativa, lúcida e carismática, não costuma se queixar da vida e comemora cada conquista até hoje. A mais recente é que a casa onde ela mora há quase vinte anos, no bairro São Carlos, região Noroeste de Goiânia, está sendo finalmente escriturada pela Agência Goiana de Habitação (Agehab), dentro do Programa Casa Legal – Sua Escritura na Mão. Ela e outras 1.330 famílias do setor terão em mãos neste sábado (10/8) pela primeira vez a escritura de suas residências. Eles assinam os documentos, que serão enviados para registro em cartório, para serem entregues definitivamente em seguida. A coleta de assinaturas será realizada pela Agehab a partir das 8h30, na Rua SC-32 (em frente à Igreja Comunidade Perpétuo Socorro), Bairro São Carlos.

Quando informada de que o processo de regularização tinha avançado mais uma etapa e que já iria assinar a escritura, dona Geolina soltou: “Parece que eu entrei no céu!”. Ela mora no São Carlos desde seu surgimento, há quase vinte anos. Conta que viveu ali debaixo de lona, quando tudo que havia era poeira e dificuldade. Permanecia o dia inteiro “vigiando” o lote para impedir uma invasão. Muitas vezes, caía a noite e ela não tinha comido. “Agora não preciso mais quebrar a cabeça com nada. Tenho minha casa, em breve com escritura e tudo, e vou ficar aqui até o dia que Deus quiser me levar”, relata.

velhinha
Dona Geolina enfim terá a escritura de sua casa

Dona Geolina é muito querida no setor. A vizinha dela, Irene Leite Pereira, 56 anos, afirma que a senhora é um exemplo de vida e disposição. “ Todo mundo da rua gosta e cuida dela com carinho”, diz. Irene também vai assinar a escritura de sua moradia no próximo sábado, e revela que tem orgulho de viver no São Carlos. “Temos uma bela praça, chamada Leandro, em homenagem ao cantor da dupla sertaneja, e só faltava a regularização para completar”, afirma.

A regularização da região Noroeste de Goiânia é prioridade do Governo de Goiás na área habitacional. Executado pela Agehab, o Casa Legal – Sua Escritura na Mão é o maior programa de regularização fundiária da história do Estado, premiado este ano pela Associação Brasileira de Cohabs e Agentes Públicos de Habitação (ABC) com o Selo de Mérito 2013 como o melhor do País. Ao todo, a Agência pretende legalizar 43 mil moradias, sendo 15 mil distribuídos em 13 bairros da região Noroeste: Vila Mutirão I, II, III, Curitiba I, II, III, IV, São Domingos, São Carlos, Boa Vista, Primavera, Floresta e Vitória.

Para executar o programa, a Agehab consolidou uma ampla rede de parcerias com a participação de entidades como Ministério Público, Corregedoria Geral de Justiça, secretarias de Estado, cartórios, municípios, Ministério das Cidades e Caixa Econômica Federal. “Parceria é a base do sucesso do trabalho da Agehab com regularização fundiária. É um processo muito longo e demorado, que precisa ser conduzido com muita determinação e clareza de propósitos”, analisa o presidente da Agehab, Marcos Abrão Roriz. Segundo ele, com o Casa Legal o Governo de Goiás está levando cidadania e dignidade para milhares de famílias que já haviam perdido a esperança na conquista desse direito básico do cidadão, que é a escritura registrada de sua moradia, gratuita para famílias com renda até quatro salários mínimos e moradores originários. “Hoje, em Goiás, regularização fundiária é política de Estado, regulamentada em lei e com um programa consolidado e premiado como referência nacional”, destaca Marcos Abrão Roriz.

 

SERVIÇO

Assinatura de escrituras do Bairro São Carlos

Quem deve comparecer: 1331 famílias convocadas pela Agehab por carta

Quem assina as escrituras: o titular do benefício e o cônjuge

Local: Rua SC-32, em frente à Igreja Comunidade Perpétuo Socorro, B. São Carlos

Horário: das 8h30 às 18h00

Documentos necessários: carta convocatória, carteira de identidade e CPF.