Multa pelo cancelamento de show é de 50% do cachê de Leonardo. Misael vai ter de pagar, pelo menos, 80 mil

O cancelamento intempestivo do show do cantor Leonardo pelo prefeito Misael Oliveira vai trazer prejuízos ao município de Senador Canedo.

A Prefeitura vai ter de arcar com a multa de 50% do cachê do artista, que é de R$ 160 mil, além de ter de responder a ações judiciais por outros gastos já efetuados pela equipe do cantor e a terceirização da estrutura do show.

A brincadeira do prefeito vai sair cara para a população da cidade.

 

LEIA MAIS:

Misael contrata show com Leonardo para Dia dos Pais e depois cancela para fazer média com a população

Prefeito Misael não tem dinheiro para Passe Livre, mas vai pagar show de Leonardo