“CMTC não irá abandonar os usuários que precisam do transporte”, diz novo presidente

O novo presidente da Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC) tem como principal desafio dar um jeito fiscalizando a qualidade do serviço das concessionárias de ônibus que alcançam todos os municípios da Região Metropolitana. O desafio, segundo Murilo Ulhôa, será neste momento “encontrar uma solução”. “Nosso objetivo é não só atender esses usuários que estão usando, mas estamos querendo atrair usuários nos próximos meses”, pontuou em entrevista à Rádio Bandeirantes Goiânia, nesta quinta-feira (07/01).

Murilo não disse como pretende atrair novos usuários, também não mencionou qual será a solução para dar um jeito em melhorar o transporte coletivo, que vem enfrentando dificuldades em todas as esferas. As empresas que tocam a operação na Região Metropolitana de Goiânia, reclamam que falta dinheiro para o básico. O cenário é desalentador.

“É um momento de como foi dito pela imprensa há dias de colapso que precisamos ficar atentos a isso. Essa é a primeira preocupação ao assumir a presidência, já era a preocupação do presidente anterior e o resumo do que você falou é o seguinte: o que falta são as partes e os envolvidos, sentar numa mesa, os prefeitos e o governo do Estado e chegar numa conclusão e uma solução que seja de imediato e que seja a médio e longo prazo. Não podemos ficar tratando o transporte como uma coisa que a gente só acha uma solução quando é provocado no dia-a-dia. Temos que fazer um projeto e essa é a nossa missão, objetivo e tô muito confiante que chegaremos a uma definição”, explicou.

(Matéria do Diário de Goiás)