Vereador Paulo Henrique garante que fará um mandato moderno e participativo

Em entrevista à Rádio Brasil Central nesta sexta-feira (08), o vereador Paulo Henrique (PTC) destacou o plano de trabalho para os próximos quatro anos na Câmara Municipal de Goiânia. Eleito para o primeiro mandato no Legislativo, Paulo Henrique acumula experiências de 10 anos como Conselheiro Tutelar, além de ter ocupado o cargo de secretário municipal em duas oportunidades. Funções que segundo ele, serão importantes na construção de um mandato moderno e participativo.

De acordo com o parlamentar, que hoje ocupa o gabinete 18, a população goianiense necessita de um atendimento de qualidade nas diversas áreas e esse será um dos objetivos do mandato. “Acredito que precisamos ter mais qualidade para atender a população. O cidadão que precisa do CAIS ou de uma vaga na creche para o filho. Essas pessoas têm que ser atendidas de forma correta. Vamos lutar para dar essa qualidade para a população”, declarou.

Em relação à proteção da Criança e Adolescente, Paulo Henrique observou que o Estatuto é bom, mas na prática deixa a desejar. “Foram 10 anos trabalhando em prol da criança e do adolescente então sabemos que lá na ponta é totalmente diferente, teoria e prática”, disse ao defender que o Conselheiro Tutelar tenha mais autonomia e estrutura para trabalhar.

A relação com o Paço Municipal também foi levantada pelo vereador que defende o diálogo entre os poderes. O parlamentar relembrou a reunião realizada com o prefeito em exercício Rogério Cruz no sentido de dialogar com a Câmara. “O Paço e os vereadores andando juntos é benéfico para Goiânia, então esse primeiro encontro foi muito salutar para que a gente possa colocar as demandas e o Executivo avaliar. O papel fundamental do vereador é legislar e cobrar do Executivo melhorias para a população. Na hora que tiver que cobrar pode ter certeza que faremos”, assegurou.

Em relação aos projetos, Paulo Henrique afirmou que serão estudados para que sejam apresentados com viabilidade na Casa. “A gente não pode chegar jogando projetos de uma vez. Analisaremos e faremos um mandato propositivo com projetos que possam ter sequência. Vamos estudar a melhor maneira para que a população seja beneficiada”, finalizou o parlamentar.