Paulo Garcia não presta contas e MP pede a decretação de intervenção estadual em Goiânia

A coluna Giro, de O Popular, neste domingo, traz uma bomba: o Tribunal de Contas dos Municípios pediu a decretação de intervenção em Goiânia, uma vez que o prefeito Paulo Garcia (PT) deixou de enviar os balancetes da Prefeitura para apreciação legal.

A nota do jornalista Jarbas Rodrigues diz que “ o procurador do Ministério Público de Contas do TCM, Fabrício Motta requereu ao Procurador-geral de Justiça a intervenção estadual em Goiânia. Motivo: ausência na prestação de contas da Prefeitura, como manda a lei”.

Jarbas acrescenta: “Vemos na imprensa denúncias sobre a administração de Goiânia, como supersalários e licitações suspeitas, mas não temos como averiguar sem os balancetes da Prefeitura”, diz Motta.