Maduro libera oxigênio da Venezuela para importação pelo governo do Amazonas

A White Martins, maior fornecedora de oxigênio do Amazonas, informou nesta quinta-feira (14) que irá importar oxigênio da Venezuela. Maior fornecedora do produto no estado, a empresa identificou estoques no país vizinho e que irá buscar o fornecimento no país vizinho.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, determinou ao Ministério da Saúde venezuelano que proceda a liberaçãos dos cilindros de oxigênio para o Amazonas.

Em colapso, o sistema de saúde do Amazonas não conta mais com estoque de oxigênio nos hospitais, levando a morte de pacientes por asfixia. Segundo a White Martins, houve um aumento na demanda por oxigênio no estado. A empresa colocou à disposição das autoridades 32 tanques criogênicos móveis que estão em São Paulo, mas serão transportados para Manaus.

Sem estoque de oxigênio para atender os pacientes, o Amazonas teve que enviar pacientes para outros estados. Goiás é um dos estados que pode receber pacientes.