Anvisa aprova uso emergencial das vacinas de Oxford e Coronavac

A diretoria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) acaba de aprovar o uso emergencial das vacinas das Universidade de Oxford e AstraZeneca e a da Coronavac, desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac e o Instituto Butantan.

A deliberação ocorre após recomendação da autorização por parte dos técnicos da Anvisa. A agência realiza a votação em reunião neste domingo (17/1).

Ao todo, cinco diretores da Anvisa participam da votação. Até o momento, quatro se manifestaram favoráveis ao uso emergencial das vacinas.