Editor-chefe do Jornal Opção diz que “processo judicial é a forma civilizada” para resolver casos de calúnias

O editor-chefe do Jornal Opção, Euler Belém, analisa neste domingo o direito que políticos caluniados têm de processar seus caluniadores.

Euler, sensatamente, conclui que, sentindo-se o político atingido em sua honra, é claro que tem, sim, o direito de recorrer à Justiça para reparar o dano moral, da mesma forma que será assegurado a quem fez o ataque o direito de se defender com a apresentação de provas e o que for possível, cabendo a decisão final ao juiz.

“Na democracia, e o Brasil é democrático, a Justiça é o foro adequado para se revolver pendências”, diz o editor-chefe do Jornal Opção, lembrando que, “antes, quando se discordava de reportagens e artigos de jornalistas, alguns políticos e empresários mandavam matá-los”.

Euler avalia ainda que “o processo judicial é a forma legal, legítima e civilizada de as partes se explicarem ou não se explicarem. Daí a decisão fica para a Justiça, que se pressupõe isenta para julgar — absolvendo, condenando ou levando as partes a um acordo”, conclui.