Prefeitura de Aparecida avalia possibilidade comprar vacina de imunização à covid-19

O prefeito Gustavo Mendanha afirmou hoje que manteve conversas com algumas empresas para adquirir diretamente o produto imunizante, mas a parte jurídica tem sido uma barreira. “Mantivemos até pouco tempo conversações atrás com três empresas para fornecer a vacinação e existe hoje um imbróglio na questão jurídica se os municípios e estados podem adquirir as vacinas”, pontuou durante o evento que lançou o Plano de Imunização no Município.

Apesar do assunto ter esfriado, ele continua acompanhando e monitorando os bastidores. ““Nós estamos na expectativa, claro, naquilo que for cedido pelo Governo Federal através do Governo do Estado, nós vamos estar utilizando. Estava agora há pouco com o secretário [de saúde] Alessandro [Magalhães] para que possamos continuar o diálogo. Hoje, o Governador Rui Costa da Bahia entrou com uma ação para discutir em relação a essa questão se os municípios e estados podem adquirir as vacinas”, pontuou.

Caso haja viabilidade jurídica para a compra de vacinas paralelas às cedidas pelo Governo Federal, Mendanha garantiu que fará o possível para adquiri-las. “ Se o governo federal ofertar essas vacinas obviamente vamos fazer isso o quanto antes, nossa equipe já está com o planejamento estratégico para poder fazer a vacinação, tanto a partir dos drive thrus como as unidades que forem escolhidas, e se for permitido, já autorizei o secretário Alessandro para que possamos adquirir para contribuir com aquilo que o governo federal e o governo do Estado tem colocado a disposição porque o que queremos de fato é o mais breve possível, imunizar toda a nossa população.”