Caiado assina protocolo de intenções com a Hypera Pharma no valor de R$ 2 bilhões

“A Brainfarma se transforma na maior referência da América Latina em seu setor de atuação e mostra que vai trazer aquilo que é o maior desafio do Brasil hoje: emprego”, afirmou o governador Ronaldo Caiado, nesta quinta-feira (21/01), durante solenidade de assinatura de protocolo de intenções entre o Governo de Goiás e o Grupo Hypera Pharma para investimentos no Estado da ordem de R$ 2 bilhões nos próximos cinco anos.

Reconhecida como uma das maiores fabricantes de medicamentos do Brasil, a empresa escolheu Anápolis para expandir as operações. Com a nova injeção de recursos, a previsão é de gerar cerca de 2 mil vagas diretas na unidade.

O ato se deu durante inauguração da unidade de fabricação de medicamentos sólidos da Brainfarma, subsidiária operacional do Grupo Hypera Pharma, no Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia). A unidade da empresa em Anápolis, atualmente, já é a maior operação industrial farmacêutica da América Latina. Em seu discurso, Caiado pontuou que governa de modo a criar um “clima favorável” ao empresariado e, consequentemente, ao desenvolvimento industrial. “Quero facilitar a vida do cidadão. Que ele possa acessar a internet, resolver seus problemas, ter sua licença, seu incentivo fiscal, trabalhar com maior tranquilidade”.

O sentido disso, para Caiado, é proporcionar, concomitantemente, segurança jurídica e social. “Não se pode governar um Estado com famílias carentes de energia elétrica e banheiro dentro de casa, sem acesso à escola para os filhos. São condições mínimas de qualidade de vida que devem chegar às pessoas. Não podemos governar ilhas de desenvolvimento, enquanto se tem ilhas de extrema carência”, refletiu.

O governador ainda comentou sobre frentes de trabalho do Estado no município e destacou a criação do Centro de Excelência de Tecnologia Ferroviária, que, segundo ele, será o maior complexo do setor no País, com uma previsão de investimentos de R$ 60 bilhões nos próximos 10 anos em Goiás, só na área de pesquisa ferroviária. “Vamos ampliar ainda mais os investimentos em Goiás, que vai se tornar uma referência nessa parte logística e, com isso, facilitar a expansão da capacidade de atender o Brasil todo em termos de fornecimento de medicamentos”, ressaltou aos diretores da empresa, durante discurso.

O secretário estadual de Indústria, Comércio e Serviços (SIC), Adonídio Neto, disse que o clima empresarial é “outro” no governo Caiado. Segundo o titular, Goiás, que a cada quatro anos atraía R$ 8 bilhões em investimentos, vai conseguir anunciar um aumento para R$ 20 bilhões em 10 meses. “Isso é recorde no Estado de Goiás e se compara à atração de investimentos de São Paulo e Minas Gerais, o que faz com que o Estado esteja entre os primeiros em qualquer indicador de evolução do PIB industrial. Goiás é muito forte na agropecuária, mas hoje também é um dos maiores na área industrial,” pontuou.