Acionada pelo MP, prefeitura de Aparecida interdita asilo por maus tratos a idosos

O Lar Nossa Senhora de Lourdes Casa de Apoio de Idosos, que fica em Aparecida foi interditado neste sábado, 23. A unidade abrigava cerca de 20 idosos e havia sido alvo de denúncias de maus tratos e até de retenção ilegal de documentos para obtenção de empréstimos em nome dos idosos.

A força-tarefa  foi realizada pela Secretaria de Saúde de Aparecida, Vigilância Sanitária, Secretaria de Assistência Social e o Ministério Público de Goiás (MP-GO), que identificaram no local irregularidades administrativas, sanitárias, além de maus tratos. Os idosos foram transferidos para outro abrigo, com estrutura física e condições sanitárias adequadas.

O diretor da Vigilância Sanitária, Rildo dos Santos explicou que a operação partiu de uma denúncia que chegou via Ministério Público. “O abrigo está com a documentação irregular e funciona de forma clandestina. Foram encontradas várias inadequações. Todas estão sendo registradas para que possamos instaurar os procedimentos necessários. O abrigo foi interditado, a responsável está sendo autuada e os internos já foram transferidos a um local apropriado”.

O promotor Érico de Pina, representante do MP-GO,  disse que é obrigação constitucional do órgão zelar, observar, fiscalizar, instruir e, se for preciso, tomar medidas duras em relação à dignidade das pessoas idosas e das pessoas com deficiência.