Frentistas fazem greve em Goiânia nesta terça e quarta-feira. Mais de 3 mil postos foram mobilizados

O Sindicato dos Empregados em Postos de Combustíveis de Goiás (Sinpospetro Goiás) organiza mais dois atos de greve em Goiânia. Nesta terça-feira, as paralisações e protestos acontecem no Posto Hiper Moreira na Avenida T-1, número 155, Quadra 19, Lote 11, no Setor Bueno, em Goiânia.

Na quarta-feira, a mobilização acontece no Posto Hiper Moreira da Avenida T-9, Qd 256, no Setor Jardim América. O movimento de greve busca ter de volta direitos retirados dos trabalhadores, como a cesta básica e o plano odontológico. O Sinpospetro planeja também atualizar a data-base da categoria, desatualizada há dois anos.

Após tentativas e acordos entre Sindicato dos Empregados em Postos de Combustíveis de Goiás (Sinpospetro Goiás) e o Sindicato Patronal (Sindiposto), foi definido greve geral por parte dos trabalhadores a fim de reaver direitos suspensos durante período de pandemia. No total, mais de 3 mil postos de combustíveis em Goiás e na região metropolitana de Goiânia foram acionados para apoiar a greve.

Os manifestantes da categoria atuam com faixas, bottons, materiais de divulgação para conscientizar a população sobre os direitos das categorias dos frentistas que foram removidos durante a pandemia.

“Estamos satisfeitos com os resultado dos atos grevistas. Estamos incomodando nas redes sociais, na imprensa e na categoria. Sabemos que os demais eventos serão maiores. Na última manifestação (19) o posto criou uma campanha promocional afim de fazer com que nosso movimento falhasse. porém, o mesmo posto quebrou regras dentro do código do consumidor. Foi uma falta de respeito com o trabalhador. Contamos com participação importante de demais sindicatos que apoiam nossa manifestação e também da sociedade goiana”, disse Hélio Araújo, presidente do Sinpospetro.