Oposição vê como positiva criação de conselho político por Rogério Cruz

Matéria do Mais Goiás:

O prefeito Rogério Cruz (Republicanos) criou, na terça-feira (27), um conselho político para auxiliá-lo nas tomadas de decisão, em Goiânia. Mesmo vereadores independentes e de oposição reconhecem que o colegiado será útil para que o prefeito se previna do risco de cometer erros na gestão da Capital.

A vereadora Sabrina Garcez (PSD) disse que viu a criação com “bons olhos”. “Tudo que é para somar é importante. Não só Goiânia, mas todo o mundo vive um momento difícil. Mas Goiânia ainda mais na parte do desenvolvimento econômico, que já vinha perdendo sua importância na região metropolitana, se tornando um ambiente de negócios ruim.”

Segundo ela, a cidade também peca pela falta de políticas de assistência social, educação e saúde. “Então, vejo como uma decisão importante. Compartilhar com outras pessoas o peso das decisões. Espero que o conselho ajude na gestão da cidade para que a gente consiga resolver os problemas pontuais”, argumenta. “Principalmente para destravar a parte burocrática para um desenvolvimento econômico arrojado.”

Sem rumo

O vereador Kleybe Morais (MDB), que se declarou oposição a Rogério no começo do ano, diz que este foi o primeiro acerto do prefeito. “Primeira atitude correta. Mas demonstra que Goiânia está sem rumo. Desgovernada.”

Ele lembra que Rogério está na capital há cerca de dez anos – Rogério é carioca de Duque de Caxias – e diz que esse tempo não é suficiente para conhecer os problemas de uma cidade do porte de Goiânia. “Então ele precisa se cercar de pessoas que conheçam.”

O emedebista ainda aproveita para reforçar uma crítica anterior: “Foi vereador e é prefeito por força da igreja. Mas vejo com bons olhos a criação do conselho. Pelo menos vai dar norte para gestão, um comando.”

Conselho
O conselho que vai auxiliar Rogério, com reuniões semanais no gabinete, é formado pelos: secretário particular do Prefeito, José Alves Firmino; secretário Municipal de Governo, Andrey Azeredo; secretário Municipal de Infraestrutura Urbana, Luiz José Bittencourt; secretário Municipal de Planejamento Urbano e Habitação, Agenor Mariano da Silva Neto; secretário Municipal de Relações Institucionais, Euler de Morais; secretário Extraordinário, Leandro Vilela Velloso, sobrinho de Maguito; secretário Municipal de Comunicação, Bruno da Rocha Lima; e secretário Executivo de Assuntos Estratégicos, Gean Carlo Carvalho.

Além desses, também compõe o grupo Daniel Vilela (MDB), único membro que não faz formalmente parte do governo Cruz. O presidente estadual do MDB, destaca-se, assumiu maior protagonismo da campanha emedebista logo após Maguito ser afastado para tratamento da covid-19. Ele foi um dos principais articuladores da candidatura e liderança que definiu a condução da campanha que acabou sendo vitoriosa para a prefeitura de Goiânia.