71 municípios goianos ainda não informaram dados da vacinação contra covid-19

Matéria do jornal A Redação:

Levantamento da Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SES-GO) mostra que 71 dos 246 municípios do estado não informaram dados sobre o andamento da vacinação contra a covid-19. A informação foi confirmada pela pasta no boletim de atualização do novo coronavírus divulgado nesta terça-feira (2/2). “Se os municípios não atualizarem os números, eles poderão ser prejudicados no recebimento de mais doses”, alertou o secretário da Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino.

Segundo o titular, a falta da divulgação dos balanços deixa a pasta do Governo de Goiás “às cegas”. “Interpretamos que ainda há vacinas na cidade”, acrescentou Alexandrino. “É um apelo para que atualizem [o sistema].”

Na fala do secretário, o sistema citado é o “SI-PNI Covid-19”, do Ministério da Saúde (MS). A plataforma necessita ser alimentada diariamente, com dados coletados sobre as etapas de vacinação realizadas. De acordo com a SES-GO, cada pasta municipal precisa compilar informações como idade, se o paciente vacinado possui comorbidades, se é idoso, profissional de saúde e outras especificações para se desenhar com mais precisão o avanço da vacinação em Goiás.

O sistema, porém, está com alimentação defasada – aponta a aplicação de 40.505 doses até esta terça-feira (2). Diariamente, informou a SES-GO, é feito contato com as prefeituras goianas, por telefone, para atualizar os números relativos à vacinação no Estado. O balanço realizado individualmente pela pasta estadual mostra uma diferença de 44 mil aplicações a mais, se comparada aos números compilados pelo MS – o levantamento mostra que 84.525 foram vacinados até hoje.

A discrepância se justifica, segundo a SES-GO, pela dificuldade de acesso ao sistema por parte de alguns municípios. A plataforma do MS estaria instável até os últimos dias. Todavia, as prefeituras pactuaram na Comissão Intergestores Bipartite (CIB) a realização obrigatória dos registros – na plataforma SI PNI Covid-19 – relacionados ao andamento das vacinações em cada cidade.

A expectativa da pasta é que nova reunião do CIB seja realizada nas próximas duas semanas, para reforçar a mensagem aos gestores municipais referente à atualização dos dados defasados.

Até agora, Goiás recebeu 278.480 doses de imunizantes contra a covid-19. Destas, 212.980 são da CoronaVac e 65,5 mil da AstraZeneca. O Estado entregou o total de 155.780 vacinas aos municípios goianos. A vacinação contra a covid-19, no território goiano, foi iniciada no dia 18 de janeiro.

Segundo a pasta estadual, as cidades que não informaram, sequer ao balanço alternativo da SES-GO, os números referentes à vacinação foram: Abadiânia; Adelândia; Água Fria de Goiás; Água Limpa; Aloândia; Alvorada do Norte; Amaralina; Americano do Brasil; Ap. do Rio Doce; Araguapaz; Aruanã; Avelinopolis; Bela Vista de Goiás; Britânia; Buriti Alegre; Buritinópolis; Cabeceiras; Cachoeira Alta; Caldazinha; Campinorte; Cezarina; Colinas do Sul; Córrego do Ouro; Cromínia; Damianópolis; Edealina; Edeia; Faina; Goianápolis; Gouvelândia; Hidrolândia; Iaciara; Inaciolândia; Itaguaru; Itajá; Itarumã; Jandaia; Lagoa Santa; Leopoldo de Bulhões; Mairipotaba; Mara Rosa; Matrinchã; Montividiu; Nova Iguaçu de Goiás; Nova Roma; Ouro Verde de Goiás; Padre Bernardo; Panamá; Paranaiguara; Paraúna; Piracanjuba; Porteirão; Posse; Professor Jamil; Quirinópolis; S. Miguel do Passa Quatro; São João da Paraúna; São Domingos; Senador Canedo; Simolândia; Sitio D’Abadia; Sta Helena de Goiás; Sta Rita do Araguaia; Sta Rita do N. Destino; Sto Antônio de Goiás; Turvelândia; Varjão; Vianópolis; Vicentinópolis; Vila Boa; e Vila Propicio.