Waguinho dá o aviso da traição: em entrevista ao DM, diz que Iris pode não ser o candidato

Considerado até pouco tempo um irista apaixonado e até indicado pelo casal Iris-Iris Rezende para a secretaria de Habitação da Prefeitura, o deputado Wagner Siqueira, o Waguinho, dá sinais de que pode trair o velho cacique e entrar para rebanho de Júnior Friboi.

Em entrevista ao DM, ele reconhece que Iris pode não ser o nome da oposição na disputa pelo governo em 2014.

Até tu, Waguinho?

Veja o resumo da entrevista:

 

Apesar de o ex-prefeito de Goiânia Iris Rezende Machado ser o maior nome do PMDB, ele poderá não ser o nome da coalizão PMDB e PT para disputar as eleições, em 2014, ao Palácio das Esmeraldas. É o que afirma com exclusividade ao Diário da Manhã o secretário municipal de Habitação e deputado estadual licenciado Wagner Siqueira Jr. (PMDB).

A disputa está aberta, avalia. O parlamentar lembra que além do ex-ministro da Agricultura e da Justiça, postulam a vaga ainda o empresário multinacional José Batista Júnior (Júnior Friboi ou Júnior de Goiás, como prefere ser chamado, hoje) e o deputado estadual e presidente do PMDB em Goiás, Samuel Belchior. Definição apenas em 2014, acredita.

Opções

Segundo ele, os prefeitos Paulo Garcia (PT), de Goiânia, e Antônio Roberto Gomide (PT), de Anápolis, também constituem alternativas para acorrida à Casa Verde. Pesquisas quantitativa e qualitativa serão critérios de afunilamento, destaca. A escolha da chapa majoritária deverá ocorrer no mês de maio, crê. As convenções estão programadas para junho