Doria articula filiação de Maia ao PSDB

O governador João Doria (PSDB) convidou formalmente o ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para entrar no PSDB. Segundo o tucano, que recebeu o deputado, neste domingo (7), em sua residência na capital, Maia disse que vai analisar a proposta e que não tomará essa decisão imediatamente.

“Ontem, recebi a visita (de Rodrigo Maia) em minha residência e o convidei (a se filiar). Ele vai analisar. Essa não é uma decisão que ele vai tomar de imediato. Ficou claro para mim que ele deixará o DEM. Nos próximos dias ou semanas teremos a posição dele”, disse Doria em entrevista coletiva nesta segunda, 7, no Palácio dos Bandeirantes. O encontro entre Maia e o governador paulista acontece no momento em que PSDB, PSL, Cidadania e MDB fazem uma ofensiva para atrair o ex-presidente da Câmara.

Em entrevista publicada nesta segunda-feira, 8, no jornal Valor Econômico, o deputado disse que pretende deixar o DEM e que vai para uma sigla que faça oposição ao presidente Jair Bolsonaro. “O DEM decidiu majoritariamente por um caminho, voltando a ser de extrema direita, que é ser aliado do Bolsonaro”, disse Maia. Embora Doria não tenha tratado do assunto na conversa deste domingo, 7, o PSDB fluminense sinaliza que Maia pode ser o candidato da sigla ao Senado ou ao governo do Rio de Janeiro em 2022. “Maia tem tapete vermelho no PSDB e todo espaço político. Ele tem bagagem para disputar um cargo no Executivo. É um cenário promissor”, disse o deputado Otávio Leite (PSDB-RJ).

No entorno do presidente da Câmara, porém, a avaliação é que o deputado não tem demonstrado interesse em disputar um cargo majoritário nas eleições de 2022. O foco de Maia seria participar de uma articulação nacional para formar uma frente de centro e encontrar um nome viável para enfrentar Bolsonaro na disputa pelo Palácio do Planalto.