PAPELÃO Ouvida pelo MP, enfermeira admite que fingiu imunizar idosa em Goiânia

A enfermeira que não aplicou a vacina contra Covid-19 em Floramy de Oliveira Jordão, de 88 anos, compareceu nesta sexta-feira, 12, ao Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) A profissional foi ouvida pela promotora Marlene Nunes Freitas Bueno e admitiu que fingiu imunizar a idosa após ter inserido a agulha em seu braço. A agente de saúde já foi afastada das funções.

O momento, que aconteceu em Goiânia na terça-feira, 9, foi registrado em vídeo e publicado pela filha de Floramy de Oliveira Jordão.  A idosa só foi imunizada depois que a filha protestou junto aos funcionários da Secretaria Municipal de Saúde. Ela também foi ouvida nessa sexta-feira pelo MP-GO, juntamente com outra profissional que trabalha na linha de frente da vacinação na Capital.