Lêda Borges quer instituir o ‘cartão receituário’ para pessoas com doenças crônicas em Goiás

A deputada estadual Lêda Borges (PSDB) apresentou, durante sessão da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) nesta quarta-feira (17), projeto de lei que visa instituir o ‘cartão receituário’ para pessoas com doenças crônicas no estado. Objetivo é garantir que os pacientes tenham maior facilidade para renovar receitas médicas para adquirir remédios para o tratamento das respectivas doenças.

A proposta é que o cartão atenda toda a rede pública de saúde. Segundo o texto, o cartão receituário será confeccionado pela Secretaria Estadual da Saúde e deverá conter dados do paciente, da doença crônica acometida e dados do profissional de saúde emitente.

Com o cartão, o paciente não precisará mais agendar consulta médica mensalmente para renovar as receitas dos medicamentos. Depois de confeccionado o cartão, a renovação das receitas será feita automaticamente.

“Muitas vezes o paciente demora a conseguir marcar uma consulta médica para renovar a receita. O cartão ocasionará a desburocratização do acesso à saúde, gerando economia ao Estado e melhorando a qualidade de vida dos pacientes e usuários do serviço público”, justificou.