Justiça Eleitoral cassa prefeito e vice de Cachoeira Alta

O Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO) cassou o mandato do prefeito de Cachieira Alta, Rodrigo Miranda Mendonça (PDT) e do vice, Eduardo Correa de Almeida (PODE). Os dois foram acusados pelo Ministério Público (MP) de compra de votos.

Além da perda de mandato, também foi imputada multa de R$ 50 mil e inelegibilidade de oito anos para Rodrigo Miranda Mendonça; e multa de R$ 30 mil e inelegibilidade de seis anos para Eduardo Correa de Almeida.

Na denúncia do MP,  consta que Rodrigo e Eduardo distribuíram combustível, dinheiro, vantagens econômicas (como pagamento de carteira de habilitação) e até ração para cachorro.