Sandro Mabel defende campanha de vacinação em massa com participação da iniciatica privada

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), Sandro Mabel, luta em Goiás e no Brasil para que a iniciativa privada possa participar na campanha para vacinação em massa da população, adquirindo vacinas contra o novo coronavírus.

Dirigente empresarial influente, Mabel aponta que não há outra saída para resolver a equação da pandemia do que a imunização em larga escala e critica os governos estaduais e União pela lentidão na compra das vacinas,

“Só temos um caminho a seguir. Precisamos de união e remar para o mesmo rumo”, prega. Ele tem se desdobrado em reuniões em Goiás, Brasília e outros estados para debater com o setor público e os segmentos empresariais estratégias para o enfrentamento da covid-19.

Mabel critica a lentidão dos governos estaduais e da União para a compra de vacinas. “Enquanto a economia com sucessivos lockdowns, estados como Goiás andam a passos de tartaruga e não se mexem para comprar as vacinas. Do mesmo modo, a União patina e não resolve nada. Nós, empresários, queremos colaborar com os governos com a nossa expertise. Podem ter certeza: sabemos o caminho para destravar a compra das vacinas”, sublinha.