Ministério Público recomenda que prefeito de Senador Canedo obedeça decreto do governo de Goiás

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) recomendou ao prefeito de Senador Canedo, Fernando Pellozo, que siga o novo decreto de escalonamento das atividades em 14×14 do Estado (duas semanas de suspensão das atividades econômicas seguidos por outras duas de funcionamento) de combate à covid-19.

O pedido foi feito pelo promotor Glauber Rocha Soares, nesta quinta (18), após a cidade adotar medidas próprias, na quarta-feira (17).

“Adverte-se que eventual descumprimento da presente recomendação importará na tomada das medidas administrativas e judiciais cabíveis, inclusive no sentido de apuração de responsabilidades civil, administrativa e criminal dos Agentes Políticos”, assinalou o promotor e dá ao gestor o prazo de 24h para informar as medidas adotadas.

Nesta quinta, Goiás  chegou a 10 mil mortes pela covid-19. O governador Ronaldo Caiado (DEM), então, fez um pronunciamento oficial pedindo que os goianos aderissem ao escalonamento proposto.