RBC FM estreia 82 vinhetas mais dinâmicas e alegres na programação

O ouvinte da RBC FM vai perceber muitas novidades na emissora a partir desta terça-feira, 23. É que a rádio de Frequência Modulada da Agência Brasil Central (ABC) estreia um conjunto de novas vinhetas ao longo da programação. Serão nada menos do que 82 pequenos dropes sonoros colorindo o dial da RBC ao longo do dia.

Segundo o presidente da ABC, Reginaldo Júnior, as vinhetas estão em consonância com a nova proposta de priorizar a informação na rádio, dando mais dinamismo à programação, de forma integrada entre todas as mídias da agência. O Jornal Brasil Central, por exemplo, já é feito de forma compartilhada entre a TV Brasil Central e a RBC FM, com transmissão simultânea nas redes sociais das emissoras.

“A RBC FM vai passar muito mais alegria em suas novas vinhetas e músicas. E muito mais dinamismo no jornalismo com informações curtas e muito mais diretas, como as redes sociais. Todo este processo de tornar a RBC mais animada remete às rádios FMs que fizeram muito sucesso nos anos 80. O melhor que tudo foi produzido em nossos estúdios, com custo zero e com apoio de todos os servidores que abraçaram a ideia. É um projeto que tem o coração de todos da Brasil Central”, disse Júnior.

De acordo com Vanderley Santana, produtor de áudio e sonoplasta das rádios e TV Brasil Central, a ideia é dar uma nova cara sonora à programação da rádio, mudando o perfil com ambientação mais dinâmica e “mais alegre e para cima”. “Mudamos tudo, nomes, frases e prefixos das chamadas de cada programa. O ouvinte vai ver que é uma mudança total mesmo”, comenta o produtor.

As novas vinhetas já entrarão pela manhã, no radiojornal O Mundo Em Sua Casa, que segue o principal radiojornal da emissora, veiculado das 7h às 8h. A nova programação, com perfil musical a partir das 8h, por ora, substitui os jornalísticos Primeiro Tempo (de manhã) e Segundo Tempo (à tarde), descontinuados em função do agravamento da pandemia de coronavírus. Santana diz que o jornalismo passará a entrar de hora em hora com o boletim Informe Brasil Central.

“São informativos de até 5 minutos e a ideia é passar a tê-los de meia em meia hora em breve”, acrescenta. Para a produção da nova plástica sonora da RBC FM, Vanderley Santana conta que tudo foi feito com recursos técnicos e de pessoal da própria rádio. Ele fez toda a produção de texto, áudio e gravações e contou com o apoio do presidente da agência e dois locutores.

Para o supervisor da rádio, Reny Cruvinel, as novas vinhetas trarão um ar mais dinâmico tanto para o jornalismo do informe horário quanto para a programação musical, que também vai privilegiar uma seleção mais diversificada de músicas. “Teremos muito samba e pop nacional e internacional, para combinar com um perfil mais alegre para a rádio”, comentou.